Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Cubismo’

Cubismo

 

Aix en Provence – Paul Cèzanne

Cézanne é um artista Pós Impressionista que deixou  forte influência nos pintores Cubista. Ele foi considerado o pai da pintura moderna. Em sua telas ele reduzia a natureza a formas geométricas, como esferas, cones e cilindros.

 

O Cubismo rompeu com tudo que se conhecia até então, de arte. Surge com idéias inovadoras, abandonando a pintura tradicional. A partir de então as pinturas de natureza  e de objetos, são representados por formas geométricas.

 

A partir da pintura de Cézanne, os Cubistas acrescentaram a sua obra a possibilidade de pintar várias representações de um mesmo objeto, ao mesmo tempo. Estes objetos podiam ser vistos, de frente, de lado e de costas, dando assim várias visões do mesmo objeto, sendo também representados, no mesmo plano.

 

Os Cubistas não tinham mais nenhuma responsabilidade com a aparência real dos objetos e também não utilizavam mais, a perspectiva.

 

 

A pintura “Les demoiselles d’ Avignon” , de Pablo Picasso, marca o nascimento do Cubismo em 1907.

 

Les Demoiselles d’Avignon – Picasso – 1907

Picasso rompe completamente com a representação da figura humana conhecida até então nas telas. Os corpos desta tela foram desconstruídos e fragmentados, sua figura humana ficou geométrica.

 

A tela mostra cinco figuras femininas completamente diferentes do que conhecemos hoje, ou do que era conhecido no início do século XX. As figuras eram estilizadas, com corpos angulosos, bicudos e totalmente desproporcionais.

 

Exatamente como a pintura de PabIo Picasso, que hoje conhecemos tão bem. Mas para a época a pintura foi uma afronta. Em seus rostos era possível observar alguns detalhes de olhos e narizes nas posições frontais e laterais ao mesmo tempo. E outros rostos, hoje sabemos, que eram estudos de máscaras africanas ou da arte africana, que tanto encantou Picasso.

 

Dessa  maneira, Picasso dá início a base do Cubismo.

 

 

 

O Cubismo Analítico

 

Braque

 

Em um segundo momento do Cubismo, as figuras foram totalmente desestruturadas e decompostas em partes. Todos os objetos foram colocados ao mesmo tempo na mesma imagem, de maneira sobreposta, em uma fragmentação intensa. Neste momento a pintura tende a monocromia, em tons de castanho, cinza e bege.

 

O Cubismo Sintético

 Picasso
 

O Cubismo Sintético adota uma mistura de técnicas. Além da pintura, é possível observar na obra também colagens de materiais diversos. Como: Revistas, jornais, papel de parede e alguns objetos.

 

Com isso o trabalho ganha textura, cores e brilhos diferentes.

 

Nesta fase do Cubismo a pintura volta a ter relação com o objeto novamente. O objeto não é totalmente real ainda, mas, já dá para reconhecê-los.

 

 

 

Anúncios

Read Full Post »